Reação adversa ao preço de um medicamento provoca desmaio numa farmácia

loading...

Naquela que foi descrita como a primeira reação adversa a este novo fármaco, há relatos de uma senhora de 44 anos que ao saber quanto tinha de pagar para aviar uma receita, entrou em estado de choque e desmaiou estatelando-se no chão de uma farmácia na avenida central em Coimbra.

Chamado ao local, a senhora foi prontamente assistida pelo INEM, tendo regressado a casa de mãos a abanar e testemunhas relataram ao repórter PH que tudo aconteceu segundos antes de ter passado para as mãos do farmacêutico o cartão de Multibanco.

Depois, surpreendeu tudo e todos ao ficar de repente muito branca e ainda teve tempo de balbuciar umas palavras antes de tremelicar das pernas e ir-se abaixo, sem ter tido o cuidado de ver se ao lado dela estava algum cavalheiro jeitoso de braços musculados que pudesse ampará-la impedindo-a de estatelar-se ao comprido.

Doravante, e para prevenir situações semelhantes, o Infarmed decretou a obrigatoriedade de, a partir desse momento, esta reação ao preço ter de vir mencionada na bula junto às contraindicações deste medicamento.

 

loading...