Princípio da jurisprudência vale apoio de António Costa a Sócrates

loading...

José Sócrates, arguido em diversos Processos judiciais, quer ser o próximo candidato às presidenciais pelo PS e considera que para contar com o apoio do Primeiro-ministro António Costa, tem de fazer valer um princípio consagrado na lei portuguesa e que é o da jurisprudência, ou seja, pedir que lhe seja dado um tratamento idêntico ao dado noutras situações semelhantes à sua.

É o caso do apoio público manifestado por António Costa em relação a Mário Centeno, mesmo que este se torne arguido e venha a ser julgado pelo crime de tráfico de influências.

Sócrates espera da parte do Primeiro-ministro um tratamento igual ao dado ao ministro das Finanças e por intermédio dos seus advogados, até já entregou na sede do PS ao Largo do Rato, um requerimento a solicitar uma apreciação urgente ao seu caso.

O repórter PH sabe que se o apoio for concedido, Sócrates poderá avançar para candidato do PS em futuras presidenciais ou, em caso de derrota, à presidência da Câmara de Lisboa. À liderança do PS em congresso é que não. Isso, ele prometeu. Viu o estado em que ficou António José Seguro, que após a derrota nas Diretas, se refugiou feito um eremita a dar aulas e nunca mais reapareceu nos telejornais a opinar sobre o que quer que fosse.

 

loading...