Pornografia na Net taxada para tapar buracos

loading...

A pergunta do momento na cabeça dos portugueses, é se Teresa Guilherme chega a vias de facto com Moniz, ainda assim, à falta de melhores informações sobre esse assunto, o Penúltima Hora conseguiu respostas para o que possibilitou o acordo tripartido entre a esquerda portuguesa.

Tivemos acesso à acta da reunião, onde BE e PCP discutiam sobre se a maior diminuição de impostos seria para o sushi ou para o pastel de bacalhau, com o PS a abster-se, até que uma das meninas do Bloco reparou que um membro do PS estava a ver pornografia na NET.

Indignada, disse: “Isso é que devia ser taxado!”

Catarina Martins ouviu isto como uma proposta, e depressa a apresentou, sob, e mais uma vez, o forte protesto do PCP, antes mesmo de saber de que é que se tratava.

Depois duma dura discussão, a líder do Bloco, mostrou os seu dotes políticos quando desafiou a masculinidade de Jerónimo e seus pares.

“Estão com medo de não arranjar alternativas?”

Desafiado, Jerónimo depressa apelou a uma taxa de 20 euros por utilização, e assim, todas as medidas encontraram almofada financeira e o acordo foi conseguido.

No meio desta tempestade, António Costa esteve sempre na Net, a ver… cortinados para o seu novo gabinete de PM.

loading...
, , , , ,