Passos Coelho, o todo-poderoso

loading...

Num jantar comício realizado, o antigo Primeiro-ministro acusou o atual de exercer o contra poder. As críticas não se fizeram esperar e em resposta falam em que ele é que gostaria de poder sê-lo na Assembleia da República, ou seja, ter poder para apresentar e votar uma moção de censura que corresse com António Costa e lhe restituísse um lugar que já foi seu.

loading...