Maria de Belém não se dá como derrotada e ameaça Marcelo

loading...

Depois do engodo dum discurso em que assumia por inteiro a derrota, a candidata oficial dum centésimo do PS mais um terço da casa do Manel passou ao ataque, traçou uma estratégia de ataque político sem precedentes.

Sabemos de fonte seca, que ela terá telefonado a Marcelo anonimamente, para lhe dar conta do surto de Meningitis presidencialum no Palácio de Belém, o que não resultou, porque Marcelo já tinha tomado as vacinas para todas as doenças inventadas, incluindo a gripe dos porquinhos da índia de peluche.

Não baixando os braços, telefonou para todos os outros candidatos, e acordou uma espera à moda antiga a Marcelo.

Mais, para garantir o apoio destes, propôs que em vez da mesma figura a presidente da república durante um ano inteiro, haveria uma União presidencial, em que cada um seria presidente pelas horas correspondentes ao número de votos que tiveram menos ela que teve a ideia.

Por exemplo, Tino de Rãs seria presidente das 3 às 4 da manhã nos meses ímpares.

Infelizmente, Maria de Belém foi traída pela cobardia dos outros candidatos, e encontra-se sozinha atrás dum bonsai, mas obstinada, no Palácio de Belém à espera de Marcelo.

loading...
, , , , ,