Manuel Alegre cede o lugar no Conselho de Estado a Catarina Martins

Partilhe nas redes sociais...Share on Facebook
Facebook
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Google+
Google+
0Share on LinkedIn
Linkedin

“Foi por ser um cavalheiro e nada tem a ver com a política”. Foi assim desta forma que o histórico socialista Manuel Alegre justificou a circunstância de ter cedido o seu lugar na mesa do Conselho de Estado, à deputada bloquista e acérrima defensora do fim da sobretaxa extraordinária Catarina Martins.

“Ainda no outro dia, no Metro, levantei-me e dei o lugar a uma senhora que trazia na lapela um pin do CDS/PP”.

E em seguida rematou:

“Creio que mais homens deviam fazer o mesmo. Se quase todos não pensassem somente em si, teríamos uma representação feminina mais forte na sociedade”.

Referiu ser importante num país onde as mulheres são em maior número do que os homens e estando a população a envelhecer rapidamente, “ a maioria delas já não se aguenta muito tempo de pé”.