Jorge Jesus à imagem de Maria Luís Albuquerque

loading...

Afinal não é só ao treinador das águias que Jorge Jesus inveja a capacidade demonstrada até ao momento, que se resume a ter conduzido o Benfica à liderança do campeonato.

A mais recente vítima dos seus ciúmes é a antiga ministra das Finanças ligada ao PSD Maria Luís Albuquerque, que chega a esta altura do ano e, contrariamente ao Sporting que já foi eliminado de todas as taças arriscando-se a perder o campeonato, ainda consegue apresentar-se em várias frentes ao mesmo tempo. Basta vê-la nas funções de deputada, acumulando a tarefa com o trabalho de consultora em diversas empresas, entre as quais a multinacional Arrow Global, de onde receberá um avultado ordenados.

Há quem diga que se Jesus pudesse fazer o mesmo, isto é, marcar presença em vários lugares ao mesmo tempo, não deixaria de ser treinador. No entanto, as coisas seriam ligeiramente diferentes: Esta época ter-se-ia mantido a treinar o Benfica, onde sabia que eram maiores as chances de se sagrar campeão; teria aceitado substituir Marco Silva no Sporting, clube pelo qual nutre uma verdadeira paixão; e teria partido rumo à China, assinando por um clube qualquer só para ganhar ainda mais do que em conjunto auferiria nos 2 rivais lisboetas.

loading...
,