Guterres só aceitou cargo na ONU porque pensou que em Portugal não se falaria de outra coisa, mas enganou-se e até já está arrependido

loading...

Esta e outras revelações vão sair em livro a publicar dentro de 2 meses, feitas por um ex-colaborador muito próximo seu.

António Guterres pensou que em Portugal não se falaria de outra coisa, colocando-o em grande evidência, visto que jamais um cidadão nacional desempenhou aquele alto cargo nas Nações Unidas.
Porém, enganou-se e até já está a…rrependido de não ter aceitado ser deputado na bancada socialista, onde não teria de aturar as birras de Donald Trump e companhia. Não contava era que desde o ocorrido tivessem acontecido tantas coisas emocionantes que suplantaram em termos mediáticos a sua eleição.

Marcelo foi eleito, houve escândalos na Justiça, a seca, a bronca do Siresp, demissões na Proteção Civil, desfalque de Bancos, incêndios em florestas, comissões de inquérito, saco azul do BES, greves na Autoeuropa, roubos de armamento em Tancos, substituição de ministros, a vitória do Euro festival, adoções ilegais, autárquicas, revelações surpreendente sobre a IURD, etc, etc.

aria mais que falar se neste momento se demitisse ou fosse apanhado num escândalo, mas não envolvendo qualquer fraude financeira. Em Portugal tornou-se um motivo tão corriqueiro, que seria mais um entre tantos e certamente passaria despercebido.

loading...