Governo retira de circulação euros porque já não cabem nos bolsos dos portugueses

loading...

António Costa prepara-se para retirar notas de circulação, seguindo o exemplo do Banco de Portugal que fez o mesmo recentemente com um conjunto de euros que retirou do mercado.

Segundo o Primeiro-ministro, tratava-se de notas que até estavam a mais em circulação, isto é, que já não cabiam nos bolsos, nem nas carteiras dos portugueses que têm andado abarrotados de dinheiro desde que a geringonça entrou em funções, e por isso impunha-se devolvê-las aos Bancos que vão agora enviá-las numa encomenda para Bruxelas.

“São notas de 5 e 10 euros que praticamente os portugueses já não usam. Isso era no tempo do Passos Coelho. Até Lagarde nos elogia lá no FMI” – Recorda Costa a sorrir e conclui – “ Isto é um sinal claro de vitalidade da nossa Economia, que tínhamos de dar aos Mercados.”.

Para o governante, não foi em vão que Madonna nos procurou para viver. E termina dizendo: “Em termos comparativos aos EUA, essa senhora aufere o rendimento médio de uma família portuguesa e se escolheu Lisboa para morar, foi porque é onde há maior concentração de riqueza. É onde há o maior rendimento per capita no país e é natural que possa vir a aproveitar do lixo alguns desses euros que aos portugueses não fazem falta nenhuma!”.

 

loading...