Finanças investigam EMEL

loading...

Por causa das regras mais apertadas de fiscalização, as Finanças vão investigar a proveniência dos valores que somados representam os mais de 250.000 euros que no espaço de apenas uma semana entraram nos cofres da EMEL. Embora reconheça o mérito dos fiscais dessa empresa que não medem esforços palmilhando diariamente dezenas de quilómetros à procura de uma viatura que esteja mal estacionada para poderem multar, não deixa de levantar suspeitas que trabalhem tão bem queixando-se de que ganham tão pouco.

A quem é penalizado e obrigado a pagar, a verba não levanta suspeitas de fraude, mas sim protestos e um grupo até já pensa manifestar-se, mas longe do Ministério das Finanças no centro de Lisboa, onde pelas multas pagam o mesmo mas se quiserem deixar o carro bem estacionado pagam uma tarifa mais cara.

loading...
,