Chefe do Estado-maior do Exército comunica que no material recuperado de Tancos foram encontradas duas bisnagas que tinham sido roubadas de um quiosque em Salvaterra

loading...

Em estado de graça, é como se encontra o Exército de salvação nacional que constitui o exército português. Isto, porque numa maré imparável de êxito, continua a resolver diversos assuntos que vinham pendentes do ano passado.

Ao sucesso da operação que conduziu à recuperação do armamento roubado em Tancos, sucede agora terem sido encontradas nessa amálgama de material confinada a duas paletes, as duas bisnagas furtadas no quiosque do Sr. Eduardo em plena Salvaterra de Magos.

Tratava-se de réplicas perfeitas de duas armas de calibre 45, que facilmente poderiam induzir em erro alguém a quem elas fossem apontadas, fazendo no caso de um comerciante, entregar todo o dinheiro que tivesse em Caixa.

“Agora só faltam as bombinhas de mau-cheiro.” – Era do que se queixava o proprietário do pequeno quiosque que nesta altura do ano se dedica a vender artigos de Carnaval. Porém, acerca da recuperação deste material altamente tóxico, o repórter PH não se mostra tão otimista. É que a avaliar por já cheirar tão mal de andarem constantemente a falar do roubo de Tancos sem nunca apontar nenhum responsável, o mais certo é elas já terem detonado e por consequência, ter o seu legítimo dono de arcar com o prejuízo.

loading...