António Costa mascarou-se neste Carnaval

loading...

Foi domingo no Carnaval de Torres Vedras que o folião António Costa surgiu mascarado de Robin dos Bosques, o lendário foragido que roubava aos ricos para dar aos pobres. Com a diferença, no entanto, que a Robin, com menos homens na sua alçada do que os ministros, secretários de Estado e adjuntos que rodeiam o atual Primeiro-ministro, sempre sobrava mais dinheiro com que podia efetivamente auxiliar os pobres.

Ao repórter PH disfarçado de foca, o líder socialista, que foi obrigado a revelar-se para responder com insultos às numerosas matrafonas que lhe beliscavam o rabo, confidenciou que no próximo ano está a pensar seriamente em mascarar-se de Zorro.

De mascarilha talvez ninguém o reconheça e assim até pode rir-se discretamente de um Passos Coelho cabeçudo ou da própria imagem caricaturada nos carros alegóricos à passagem do corso. E se o tema forem as histórias infantis, da imagem dele em pelota aludindo à do rei que vai nu ou de nariz espetado e comprido lembrando a do Pinóquio.

loading...
, , , ,