A culpa do canalizador-ginecologista em Portugal foi de ter visto o filme A Canção de Lisboa onde havia um Dr. que também era fadista

loading...

Foi noticiado que na Rússia um falso ginecologista exerceu durante algum a profissão quando na verdade era canalizador. O jornalismo de investigação do PH pôs-se em ação e descobriu um caso semelhante em Portugal.

Remonta há 10 anos e o homem que começou por ser tarefeiro num hospital privado ascendeu à categoria de cirurgião. No entanto a culpa nem é sua. Foi de em pequeno ter visto muitas vezes o filme com Vasco Santana e António Silva, chamado “A Canção de Lisboa”, que relatava a vida boémia de um estudante de medicina que tinha de sujeitar-se à vontade de umas tias ricas para sobreviver.

O simpático velhinho de 75 anos foi descoberto e nem sequer lhe moveram nenhum Processo atendendo à idade. Resolveu depois narrar em livro a sua história e ficámos a saber que a par de canalizador, dedicando-se a reparar fugas de água na via pública, foi sendo sucessivamente: polícia, engenheiro de minas, osteopata, professor, técnico de raio x, farmacêutico, psicólogo e até deputado completando uma legislatura na bancada do PS.

Na altura não lhe foi movido qualquer Processo, em virtude da idade e como sofria de Alzheimer ficou provado que quando chegava a casa já não se lembrava de nada do que tinha visto às pacientes.

Quanto ao facto de nunca ninguém ter desconfiado, foi porque entrava mudo e saía calado. O que não é de estranhar, porque nos dias de votação, quando levantava o braço para concordar ou discordar de qualquer coisa, limitava-se a cumprir a orientação de voto do Partido e ninguém nunca lhe perguntava por quê.

loading...